Carregando... Aguarde...

Newsletter


Como o seu organismo obtém e gasta energia

Postada em 14th Mar 2011 @ 4:24 PM

Como o seu organismo obtém e gasta energia


      Você já deve ter ouvido falar sobre quantas calorias algum alimento tem ou

      expressões como "gastar calorias" ou "queimar calorias". Caloria é uma

      unidade de energia. Nosso organismo gasta calorias para exercer qualquer

      atividade, desde para fazer nosso coração bater (gasto involuntário) até

      quando lavamos louça ou caminhamos (gasto voluntário). Calorias estão

      sendo gastas enquanto respiramos ou até enquanto estamos apenas dormindo.

      Como você pode imaginar, algumas atividades resultam num gasto calórico

      maior que outras, com isso, para correr nosso organismo gasta mais

      calorias do que para caminhar.

      Como um exemplo, uma pessoa de 30 anos gasta em média 500 mil calorias (ou

      500 kcal*) em uma aula de 45 minutos de spinning (bike indoor) e gasta 280

      mil calorias (280 kcal) em 45 minutos de caminhada.

      O que fornece energia (calorias) para nosso coração bater, caminharmos ou

      praticarmos qualquer atividade física são os alimentos que consumimos.

      Cada alimento fornece uma quantidade de calorias específica. Por exemplo,

      um pão francês médio possui 137 mil calorias (ou 137 kcal*).

      * Para simplificar, todas as informações de calorias (tanto as gastas em

      exercícios, quanto às calorias presentes nos alimentos) estão

      representadas na forma de 1.000 calorias = 1 kcal.

      Com isso, podemos fazer essa simples afirmação: "se você ingerir mais

      calorias do que você gastar, você irá engordar". E essa é a mais pura e

      simples verdade: a única coisa que conta para que você engorde ou emagreça

      é a simples diferença entre o que você ingere e o que você gasta em termos

      calóricos.

      Para que você emagreça 1 kg de gordura, você precisa ter um déficit

      calórico de aproximadamente 7.700 kcal. Ou seja, caso em uma determinada

      semana você tenha ingerido um total de 14.000 kcal na soma de todas as

      suas refeições e tenha emagrecido 1 kg nessa mesma semana, isso significa

      que você gastou todas as 14.000 calorias que ingeriu e ainda gastou MAIS

      7.700 kcal, isto é, você gastou um total de 21.700 calorias nessa semana.

      A conta é a mesma para o caso de você ter engordado. Se você ingeriu mais

      calorias que você gastou, então engordou. Por exemplo, você gastou 20.000

      kcal na sua semana, porém ingeriu 23.800 kcal nesse mesmo período, no

      saldo você vai ter engordado 0,5 kg. Lembre-se disso: o nosso corpo tende

      a guardar as sobras de calorias que ingerimos. E de que forma? Na forma de

      gordura. A gordura em nosso corpo é um reservatório de energia. Sempre que

      ingerimos mais calorias que nosso corpo necessita, essa sobra calórica se

      transforma em gordura. É simples assim.

      Não há mistérios para entendermos como nós ingerimos calorias. Se nós

      comermos 1 pão francês com 1 fatia média de queijo minas e tomarmos 1 copo

      de leite desnatado com algum achocolatado em pó, estaremos ingerindo algo

      em torno de 350 calorias. Se qualquer pessoa ingerir essa refeição, estará

      ingerindo a mesma quantidade de calorias.

      Mas o mesmo não acontece com o gasto de calorias. Duas pessoas podem

      gastar quantidades de calorias diferentes para realizar a mesma tarefa.

      Vamos entender quanto e como uma pessoa gasta de calorias em um dia. A

      energia necessária para nosso corpo exercer as atividades básicas em um

      dia, ou seja, apenas para sobrevivermos 24 horas se chama Taxa Metabólica

      Basal (TMB). Essa seria a energia mínima que nosso corpo gasta por dia. Se

      passássemos um dia inteiro deitados sem mover um músculo sequer,

      estaríamos gastando esse mínimo de calorias. Essa é a energia necessária

      para nós sobrevivermos e ela varia de pessoa para pessoa.

      Mas todos nós acordamos de manhã, escovamos os dentes, fazemos alguma

      atividade diária (trabalhamos, estudamos, pegamos ônibus, andamos para o

      trabalho, subimos escadas, etc.). Toda e qualquer atividade que exercemos

      demanda um gasto calórico, por menor que seja. A soma dessas calorias que

      são gastas com essas atividades comuns diárias é chamada de Gasto por

      Nível de Atividade (GNA). Fica fácil imaginar que uma pessoa que caminha

      bastante até chegar ao seu trabalho e, durante o dia, sobe e desce escadas

      varias vezes ao dia, possui um GNA mais alto do que quem sai pela manhã

      para o trabalho de carro e passa o dia inteiro sentado em sua mesa sem se

      levantar nem para tomar um copo de água.

      A soma das calorias da TMB (taxa metabólica basal) mais as calorias do GNA

      (gasto por nível de atividade) é o seu gasto calórico diário normal.

fonte e crédito: Minha Vida